4 Tecnologias que permitem interações com clientes sem contato

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp
Email
A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN
tecnologia sem contato
Tempo de leitura: 2 minutos

À medida que as empresas começarem a reabrir, deverão buscar maneiras de reduzir os riscos de contaminação pela Covid-19 em toda a experiência do consumidor.

O interesse em soluções “sem contato” aumentou nos últimos meses e essas soluções serão essenciais para agências, companhias aéreas, hotéis, lojas, restaurantes e demais comércios, para tranquilizar os clientes e reabrir com segurança.

Um estudo do CB Insights identificou 4 tecnologias que as startups estão usando para criar experiências do clientes sem contato:

– SOLUÇÕES BASEADAS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS

Pagamentos e outros tipos de interação onde o consumidor utiliza o próprio smartfone para interagir e realizar ações, seja por meio de QR Codes ou aplicativos específicos.

Para pagamentos já existem algumas soluções em operação, inclusive no Brasil, como MercadoPago e PicPay. 

– SOLUÇÕES ATIVADAS POR VOZ

Muito utilizada nos ajudantes pessoais como Siri, Alexa e Google Assistente a tecnologia ativada por voz está muito avançada atualmente e devemos ter um aumento considerável de soluções utilizando esta funcionalidade. 

– APLICAÇÕES DE VISÃO COMPUTACIONAL

Mercados autônomos como o Amazon Go, da gigante Amazon, utilizam soluções de visão computacional para dispensar necessidade de filas e caixas. O próprio cliente controla a jornada dentro do mercado que conta com câmeras espalhadas com tecnologia de visão computacional para que pegue o que precisa e vá embora sem passar por nenhuma fila: tudo é cobrado automaticamente na conta da Amazon.

– TECNOLOGIAS DE DETECÇÃO DE GESTOS

Existem projetos em andamento para implantação deste tipo de tecnologia em elevadores. Interagindo com a interface, o usuário pode selecionar e confirmar o piso desejado sem tocar em nenhum dispositivo físico. A interface deve garantir uma usabilidade comparável aos painéis de botões habituais e os usuários devem usar o elevador sem nenhum treinamento específico e sua funcionalidade deve ser a mesma dos elevadores tradicionais.

Outra aplicação possível é em totens de auto-atendimento.

E aí, qual sua opinião a respeito da utilização destas e outras novas tecnologias no que chamam de “novo normal”?

Daniel Turbox

Daniel Turbox

MBA em Tecnologia para Negócios com ênfase em Data Science, Big Data e Inteligência Artificial pela PUCRS, bacharel em Turismo e especialização em Organização e Gestão de Eventos pela Universidade Anhembi-Morumbi. Estou no mercado há 19 anos com experiência em diversos segmentos do turismo. Meu maior prazer é ensinar através de cursos e palestras!

Deixe um comentário

Rolar para cima